Tadeu Schmidt BBB22

A influência do efeito Big Brother no Dicio

Desde que estreou na Holanda, em 1999, o reality show Big Brother tem alcançado grandes audiências um pouco por todo o mundo. Porém, nada que se compare ao fenómeno de cultura popular que este programa se transformou no Brasil. Carinhosamente apelidada de BBB (Big Brother Brasil), a versão brasileira do reality já vai na sua vigésima segunda edição. E o que é que isto tudo tem a ver com o dicionário? Muito mais do que se imagina.
Concorrentes BBB22
Crédito: Globo (Fábio Rocha)
Segundo um levantamento realizado pela equipa do Dicio, o BBB mantém, em 2022, a influência observada em anos anteriores sobre as pesquisas por palavras. Neste sentido, com apenas um mês de programa, observamos que cerca de 20 palavras alcançaram grandes picos de pesquisas depois de serem proferidas pelos participantes do jogo. Ou seja, a cada 1 dia e meio, o tráfego do Dicio é diretamente influenciado pelo Big Brother. Picos de pesquisas impulsionados por fatores externos são comuns durante todo o ano, mas nunca de forma tão recorrente.

Palavras impulsionadas pelo Big Brother

Em 2022, não foi preciso esperar muito para sentirmos o impacto do BBB no nosso dicionário. Na primeira semana do programa, o termo “Denegrir” teve um salto de 711% na procura. No mesmo dia, “Traveco” foi 1700% mais pesquisado, enquanto “Travesti” teve um aumento de 360%.  Estes números são definidos a partir de uma comparação que, a partir do momento do pico, compara os dois dias anteriores aos dois posteriores.
Obviamente, não é qualquer palavra dita no programa que desperta a mesma atenção. O contexto em que determinados termos surgem, geralmente associados a polémicas, exerce uma influência determinante nos picos de pesquisas. Um bom exemplo disto é “traveco”. Derivada da junção de travesti e do sufixo -eco, a palavra foi dita pelo concorrente Rodrigo Mussi, numa conversa com alguns colegas do programa. No mesmo momento, Rodrigo foi corrigido pelo “brother” Vinícius por causa da conotação depreciativa do termo. O pedido de desculpas também foi imediato, assim como o aumento da procura por esta palavra no Dicio.
BBB22 Tadeu Schmidt
Crédito: Globo (Sérgio Zalis)
Após deixar uma das festas do BBB, a participante Bárbara desabafou: “Ixi, flopou o BBB, é isso? Eita, tanto tempo para entrar nesse programa, o ano que eu entro é o ano que flopa!”. Foi assim que, em pouco minutos, a palavra “flopar” registou um aumento de nada menos que 1700% nas pesquisas. Por fim, outro termo com crescimento impressionante foi “ardiloso”, com 1500% de aumento na procura. O impulso aconteceu durante o chamado “Jogo da Discórdia”. Na ocasião, o concorrente Pedro Scooby dirigiu-se ao apresentador do programa para perguntar: “O que é ardiloso?”. Pelo volume de pesquisas observadas neste momento, podemos afirmar que a internet não quis esperar pela resposta. 

2022 não é uma exceção

O impacto do BBB no Dicio não é uma novidade. Esta influência tem sido observada há anos.
Entre as 10 palavras mais pesquisadas em 2021, 2 vieram diretamente do programa. Parece pouco? Pois é surpreendente se considerarmos que, na sua maior parte, as palavras mais pesquisadas vêm de temas debatidos durante meses ou semanas, como a pandemia de Covid-19. Por sua vez, as palavras com origem no programa tiveram apenas um momento de pico, num único dia, mas que foi o suficiente para estarem entre as mais procuradas do ano inteiro.
Para conhecer a lista completa de 2021, vê o artigo onde o Dicio apresenta as palavras do ano.

O que é o efeito Big Brother?

Para perceber o que é o efeito Big Brother, temos primeiro de perceber a enorme penetração que o programa tem junto ao público brasileiro. Na edição de 2022, que uma das concorrentes considerou “flopada”, a estreia do reality show foi vista por quase 40 milhões de pessoas. Segunda dados da Kantar IBOPE Media, estes números elevaram em 45% a audiência daquele horário.
Tadeu Schmidt BBB22
Crédito: Globo (João Cotta)
Outra informação relevante a ter em conta, são os novos hábitos de consumo de entretenimento. Segundo os dados que cruzamos aqui na 7Graus, fica fácil perceber que a maior parte das pessoas vê televisão com o telemóvel sempre nas mãos. Mais do que uma mera distração da programação, os smartphones são uma fonte de pesquisa em tempo real para este público.

O que chamamos aqui “Efeito Netflix”, portanto, é este interesse tão grande das pessoas em relação ao programa, que tudo o que esteja relacionado ao BBB assume logo um grande potencial de viralização. É desta forma que produtos presentes no programa v~eem as vendas disparar, os participantes ganham milhões de seguidores nas redes sociais e, claro, o Dicio vê alguns dos maiores picos do ano acontecerem. 

TOP 10 das palavras com maior pico de pesquisas

  1. Flopar +1700%
  2. Traveco  + 1700%
  3. Ardiloso + 1540%
  4. Denegrir + 711%
  5. Crioulo + 545%
  6. Travesti  +360%
  7. Hétero  +100%
  8. Respeito +90%
  9. Discórdia +76%
  10. Perseverança +72%
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn

Prémios 4gnews 2023

Desde 2015, os Prémios 4gnews destacam o melhor da tecnologia em Portugal. Entre produtos, marcas e serviços, reconhecemos aqueles que mais contribuem para ajudar a

LEIA MAIS